Tarsila do Amaral é tema do episódio de estreia da série ‘Matizes do Brasil’

Tarsila do Amaral é tema do episódio de estreia da série ‘Matizes do Brasil’

29 de março de 2020 0 Por Diego C. Melo

Dirigida por Bianca Lenti, “Matizes do Brasil” investiga o processo de criação de algumas das mais importantes pinturas e instalações feitas por grandes artistas brasileiros do modernismo e do período contemporâneo. Dividida em 14 episódios, a série inédita e exclusiva do Canal Curta! vai mostrar trabalhos emblemáticos de nomes como Anna Maria Maiolino, Ernesto Neto, Cildo Meireles, Djanira, Helio Oiticica, Lygia Pape e Tunga. Especialistas, como curadores e críticos de arte, fazem comentários sobre as obras.

A primeira homenageada é Tarsila do Amaral, pintora, desenhista, tradutora e uma das figuras centrais da primeira fase do modernismo brasileiro. Entre suas obras, que bebem na fonte dos artistas plásticos europeus e da arte popular do Brasil, estão “Abaporu” (1928), “A Negra” (1923), “Autorretrato” (1923) e “Antropofagia” (1929). A partir delas, a série discute os traços marcantes e temas como a originalidade nas criações de Tarsila. “Matizes do Brasil” é uma série da Giros Produções, viabilizada pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). A estreia é na Terça das Artes, 31 de março, às 23h30.

Série de Nelson Motta tem episódio sobre o ‘caldeirão musical’ do fim dos anos 1960, no Brasil

Entre 1967 e 1970, o Brasil via o regime militar tomar contornos cada vez mais autoritários. No entanto, essa também foi uma época de intensa ebulição criativa no panorama musical brasileiro. Esse momento da nossa história é retratado em  “O Caldeirão Musical”, episódio inédito da série “101 Canções Que Tocaram o Brasil”, apresentado pelo produtor, jornalista e compositor Nelson Motta, com roteiro escrito em parceria com Pedro Motta Gueiros. Dirigida por Roberto de Oliveira, a série é uma produção original da Rinoceronte para o Curta!.

Entre a placidez da bossa nova e a pulsação do afro-samba, outros ritmos esquentavam o “caldeirão musical”, enquanto novos artistas eram revelados nos famosos festivais de música, como Caetano Veloso, Chico Buarque, Gilberto Gil — sem imaginar que se tornariam alguns dos nomes mais importantes da MPB nos anos seguintes.  A exibição é na Segunda da Música, 30 de março, às 23h30.

Segunda da Música – 30/03

23h30 – “101 Canções Que Tocaram o Brasil” – Episódio “O Caldeirão Musical” 
Entre a placidez da bossa nova e a pulsação do afro-samba, os ritmos ferventes do caldeirão musical refletiam o estado o país em ebulição entre 1967 e 1970, numa das fases mais criativas da MPB. 
Diretor: Roberto de Oliveira. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 31 de março, terça, às 03h20 e às 17h30; 1 de abril, quarta, às 11h30; 2 de abril, sábado, às 10h10; 3 de abril, domingo, às 18h.

Terça das Artes – 31/03

23h30 – “Matizes do Brasil” (Série) – Episódio “Tarsila do Amaral”
Tarsila do Amaral, uma das figuras centrais da primeira fase do movimento modernista brasileiro, é o tema deste episódio de “Matizes do Brasil”, que aborda traços marcantes, originalidade e exotização na obra da artista. 
Diretores: Bianca Lenti. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 1 de abril, quarta-feira, às 03h30 e às 17h30; 2 de abril, quinta-feira, às 11h30; 4 de abril, sábado, às 19h10; 5 de abril, domingo, 09h30.

PROMO:

Quarta de Cinema – 01/04

20h – “Cineastas” (Série) – Episódio: “Fernando Meirelles”
A brilhante carreira do cineasta Fernando Meirelles é revista por seus companheiros da produtora O2 Filmes, Nando Olival, Paulo Morelli e Andrea Barata Ribeiro, pelo roteirista Bráulio Mantovani, pelos atores Matheus Nachtergaele e Alice Braga e por sua biógrafa, Maria do Rosário Caetano. Do início, na publicidade, às produções internacionais e à sua participação no Oscar. 
Diretor: Hermes Leal. Duração: 45min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 2 de abril, quinta-feira, às 0h e 14h; 3 de abril, sexta-feira, às 08h; 05 de abril, sábado, às 16h50.

Quinta do Pensamento – 02/04

21h30 – “A Influência da Geração Beat” (Documentário)
Saiba como a amizade de Jack Kerouac, Allen Ginsberg e William Burroughs originou o movimento literário da Geração Beat. Do início em Nova York, no final da Segunda Guerra Mundial, até o fim, 15 anos depois, com a publicação de “Howl” (Ginsberg), “On the Road” (Kerouac) e “Naked Lunch” (Burroughs). O trio criticou a literatura, lançou as sementes da contracultura e influenciou o estilo de vida das gerações que viriam depois.  
Direção: Xavier Villetard. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 03 de abril, sexta-feira, às 01h30 e às 15h30; 04 de abril, sábado, às 23h; 05 de abril, domingo, às 14h10; 06 de abril, segunda-feira, às 9h30.

PROMO: 

Sexta da Sociedade – 03/04

20h – “Fronteiras Fluidas” (Série) – Episódio “O Sol Brilha Fraco”
Os Guarani-Kaiowá lutam pela demarcação de suas terras em meio à expansão do agronegócio no Estado do Mato Grosso do Sul. À frente das negociações está Otoniel, liderança indígena que circula no chamado “mundo dos brancos”. Após o assassinato de um indígena na região de Caarapó, surgem novos conflitos com os fazendeiros, e Otoniel faz a ponte de diálogo entre os representantes do agronegócio e os indígenas.  
Diretor: Mariana Fagundes. Duração: 26 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 4 de abril, sexta-feira, às 0h e às 17h30; 5 de abril, segunda-feira, às 7h50; 6 de abril, terça-feira, às 14h; 7 de abril, terça-feira, às 8h.

Sobre o Curta!
O canal Curta! é um dos novos canais brasileiros da TV paga que mais aprovou projetos para financiamento pelo Fundo Setorial do audiovisual. Até agora foram financiados, para estreia no CURTA!, mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries, atendendo à grade temática do canal: música, artes cênicas, metacinema, pensamento em humanidades, história política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora. Siga o Curta! nas redes sociais: www.facebook.com/CanalCurtahttps://twitter.com/canalcurta e www.youtube.com/user/canalcurta. Saiba mais em http://www.canalcurta.tv.br.

via assessoria