Stênio Garcia implorou pela renovação do seu contrato com a Globo, mas não terá contrato renovado

Stênio Garcia implorou pela renovação do seu contrato com a Globo, mas não terá contrato renovado

22 de março de 2020 0 Por Diego C. Melo

Stênio Garcia implorou pela renovação do seu contrato com a Globo, mas a alta cúpula não deu ouvidos. O ator, aos 88 anos, recebeu a informação que receberá o último salário no próximo dia 30 de março. O veterano pisou pela primeira vez como contratado da casa em 1973, e de lá nunca mais saiu.

Segundo informações do UOL, o famoso não tem noção de como pagará as contas a partir de abril, quando não terá mais contrato com a TV. “As outras fontes de renda extras são muito pequenas e esporádicas. A minha aposentadoria é em torno de R$ 5 mil. Sem o salário é difícil viver, porque ajudo minha família também”, revelou.

Tenho filhos, sobrinhos e parentes, que dependem de mim, e mesmo que eu pare de ajudar a todos, não dá para viver com esta renda. Os meus medicamente mensais já custam mais ou menos o valor da minha aposentadoria”, contou.

O artista destacou sua história na Globo: foram 47 anos nos estúdios da empresa e mais de 60 novelas com seu nome envolvido. “Estou na Globo desde 1973. Claro que durante este período recebi inúmeras propostas de outros canais, mas nunca pensei em sair da emissora. É nela que eu tenho todo meu entendimento com amigos, profissionais e colegas de trabalho. Era a minha segunda casa”, desabafou.

Atualmente, Stênio vive em um sítio com a esposa, Marilene Saade, de 51 anos, em Camorim, zona oeste do Rio de Janeiro. Ele tinha um dinheiro guardado, mas usou em um empreendimento imobiliário na Barra da Tijuca, mas as salas comerciais não foram entregues e o prejuízo foi de R$ 159 mil.

Sempre trabalhei na Globo e vivi do meu salário. Aquelas salas comerciais que comprei foram com investimentos que fiz em aplicações, de rendas extras de comerciais, palestras e cursos que dei”, esclareceu. Marilene lembrou qual foi a maior preocupação do casal desde que descobriram que o contrato não seria renovado: o plano de saúde.

O Stênio tem direito por mais alguns meses, mas o meu plano de saúde corta de imediato. Eu implorei para deixarem ficar mais um pouco, principalmente com essa pandemia de coronavírus, porque pertenço ao grupo de risco, mas não manterão”, lamentou.

via rd1