Palco Sunset: Grande Encontro fará uma apresentação inédita ao público

Rio de Janeiro, 25 de março de 2017 – O Palco Sunset do Rock in Rio faz uma grande visita ao nordeste do país através da música e também da dança no dia 22 de setembro ao apresentar O Grande Encontro, que chegará com duas novidades para o público: a Orquestra Pífanos de Caruaru, que vem com sua formação original para fazer uma homenagem a Luiz Gonzaga, e o Grupo Grial de Dança, de Recife, que trará uma nova forma de observar a música. 

 

Ao longo do show, um repertório de clássicos de Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença, vai encantar o público e de uma forma completamente diferente. Canções como “Banho de Cheiro”, “Frevo Mulher”, “Taxi Lunar”, “Dia Branco” e “Morena Tropicana”, entre outros, serão interpretadas enquanto o balé pernambucano sobrevoará o palco dando ainda mais ritmo e muita graça ao espetáculo. 

“Nesta edição estamos levando também a dança para o Palco Sunset. É uma outra forma de olhar a arte e de entregar a música ao público sob uma nova ótica, com glamour e leveza”, garante Zé Ricardo. 

Sobre O Grande Encontro
Em meio à rotina de shows e turnês de Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo, os artistas encontraram no Grande Encontro uma forma de se reencontrar e fazer o que mais gostam: música. Isso já acontece há 20 anos. O primeiro show, em 1996, tinha um formato mais acústico, com versões que recriavam a mística do cancioneiro, com intimismo e delicadeza. O novo espetáculo, no entanto, traz uma sonoridade percussiva e elétrica para os palcos. 

Sobre Grupo Grial de Dança
A companhia de dança do Recife, fundada em 1997 por Maria Paula Costa Rêgo e Ariano Suassuna, transmite um trabalho de pesquisa e criação através de performances coreográficas inspiradas nas tradições culturais do nordeste brasileiro. Em 20 anos de existência, 12 projetos coreográficos foram colocados em prática, o que rendeu importantes prêmios à companhia, como os prêmios Klauss Vianna, Interações Estéticas, Dança nas Cidades da Funarte e Palco Giratório do Sesc. Além disso, o grupo tem participação em importantes festivais nacionais e internacionais, como o Brasil Encena Berlim. A primeira montagem da companhia estreou em 19 de março de 1998, no Teatro Arraial. O trabalho mais recente do grupo é o espetáculo Terra, que fala sobre a herança indígena na formação do povo brasileiro. 

Sobre Orquestra Pífanos de Caruaru
A Orquestra de Pífanos de Caruaru é um conjunto de música do nordeste brasileiro que tem uma sonoridade única composta por pífanos e percussão. Manoel Clarindo Biano e Benedito Clarindo Biano formaram o grupo em 1924 no sertão de Alagoas, embora tenha sua base em Pernambuco. É um dos grupos mais antigos em atividade, e um dos grupos instrumentais mais tradicionais do Brasil. Os primeiros discos foram gravados em 1971 e, hoje, a banda coleciona mais de cinco CDs no currículo.
Alguns astros da MPB, como Gilberto Gil, gravaram canções do grupo. O grupo tem um Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Regional ou de Raízes Brasileiras, de 2004.

Sobre o Rock in Rio
O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo. Criado em 1985 e com 32 anos de vida, é parte relevante da história da música mundial. O evento já soma 17 edições, 101 dias e 1.604 atrações musicais. Ao longo destes anos, mais de 8,5 milhões de pessoas passaram pelas Cidades do Rock.

Nascido no Rio de Janeiro, o Rock in Rio conquistou não só o Brasil como, também, Portugal, Espanha e, em maio de 2015, chegou aos Estados Unidos da América, sempre com a ambição de levar todos os estilos de música aos mais variados públicos.

Muito mais que um evento de música, o Rock in Rio pauta-se também por ser um evento responsável e sustentável. Em 2001, através do projeto social “Por um mundo melhor”, assumiu o compromisso de consciencializar as pessoas para o fato de que pequenas atitudes no dia-a-dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos. Em 2013, o Rock in Rio recebeu a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis, um reconhecimento do poder realizador da marca que desenvolve diversas ações com vista à construção de um mundo melhor, como a criação de 182.500 empregos diretos e indiretos no total das 17 edições, e mais de R$ 71 milhões investidos em causas socioambientais e a construção de um legado positivo para as cidades onde o evento é realizado.

*via assessoria

Related posts

Leave a Comment