King Music Festival

17 de outubro de 2016 0 Por Diego C. Melo


Para ficar na história!



No último sábado ocorreu mais uma edição do King Festival em Recife. O evento lotou o Centro de Convenções de Pernambuco e uniu o que há de melhor no cenário eletrônico do momento.

whatsapp-image-2016-10-16-at-21-11-24

Desde os primeiros instantes do evento foi possível ter noção da grandiosidade do King Music Festival. Não apenas pelas atrações, mas também pelo entusiasmo que era evidente em cada um ali presente. Todos transbordavam energia e adrenalina pura, algo surreal.

whatsapp-image-2016-10-16-at-20-41-30-4

Um ponto negativo foi notado por todos os presentes no evento: as bebidas não estavam geladas e, por volta das 20h, já havia acabado algumas delas. Esse problema não afetou o contexto geral do evento, mas acabou deixando de ser uma bela oportunidade de maiores vendas para o King.

whatsapp-image-2016-10-16-at-20-41-30-3

Um ponto bastante positivo ficou no quesito carregador de celular. Bastava entregar a identidade e pegar um, o que foi bastante útil, pois ninguém queria deixar de registrar nenhum momento da noite histórica.

whatsapp-image-2016-10-16-at-20-41-30-1

As atrações foram fantásticas: Ritmo, Alok, NERVO, FTAMPA, Groove Delight, Liquid Soul, SKAZI, Paranormal Attack, BRUNO CEZAR, Romeu Blanco, Flegma e Skullwel. As boas energias eram sentidas em cada ponto do Cecon. As áreas eram todas bem localizadas e até um palco alternativo foi criado para quem estava no setor Pista, algo digno de aplausos. Todos foram contemplados com a ótima estrutura oferecida.

whatsapp-image-2016-10-16-at-20-41-30-2

As ofertas de alimentos e upgrade de área foram outro ponto forte. A cada ano percebe-se a intenção de superar as edições anteriores e criar sempre surpresas e melhorias para cada um que comparece ao King Music Festival.

whatsapp-image-2016-10-16-at-20-41-30-5

Foi emocionante ver tantos rostos fervorosos por cada batida. Na verdade eram vários corações sintonizados num ritmo frenético que seguia esses batimentos sem parar um segundo.

Nota 8

Por Dieguito C. Melo

Revisado por Thalles Amaro