Joyce Cândido abre a nova temporada do Samba de Bamba

16 de março de 2017 0 Por Diego C. Melo

Estreando no Recife, a pianista e compositora apresenta seu samba de fino trato, dia 28 de março, às 20h, na Caixa Cultural

 

Cantora, pianista e compositora, Joyce Cândido estreia no Recife com seu novo show, Fino Trato, que traz composições próprias e ainda clássicos do samba de Paulinho da Viola, Chico Buarque e Paulo César Pinheiro. A apresentação, marcada para o dia 28 de março, às 20h, na Caixa Cultural, abre a temporada 2017 do Samba de Bamba. Os ingressos têm preços populares, a partir de R$ 10 (serviço abaixo).

O projeto Samba de Bamba teve início em março de 2016 e, até dezembro deste ano, recebe em uma terça-feira de cada mês, na Caixa Cultural Recife, expoentes da chamada nova geração do samba brasileiro. “Os convidados são artistas excelentes ainda não consagrados pela grande mídia. Representantes autênticos do que hoje se convencionou chamar ‘Samba de Raiz’ mas que, na verdade, trata-se do samba tradicional sem as imposições comerciais do mercado”, explica o jornalista e crítico musical Rodrigo Browne, idealizador da ação.

Com seu samba elegante, Joyce começou cedo na vida musical. “Nasci em Assis, interior Paulista, cresci em Maracaí, me formei em piano no clássico Conservatório Carlos Gomes, em Marília (São Paulo), e fiz graduação em Música, em Londrina, no Paraná. Depois disso, passei três anos em Nova Iorque, onde me aperfeiçoei em canto, dança e teatro na Broadway”, conta. Como resultado do seu trabalho, recebeu o Prêmio Brazilian International Press Awards em 2011, na categoria de Melhor Cantora Brasileira nos Estados Unidos, ao lado de nomes como Marcos Valle e Luiz Fernando Veríssimo.

O primeiro CD, Panapaná, foi gravado em 2006, com produção de João Vidotti, em Londrina. Em 2011, Joyce escolheu o Rio de Janeiro para morar. Na Cidade Maravilhosa, conheceu Chico Buarque, que a indicou para a gravadora Biscoito Fino, por onde lançou, no mesmo ano, seu segundo CD, O Bom e Velho Samba Novo, produzido por Alceu Maia, que elogia: ”Joyce não é apenas uma cantora de samba. Ela tem uma bagagem musical muito vasta. É pianista, canta diversos estilos musicais, inclusive jazz, tem um timbre de voz linda”. O show do lançamento do CD foi dirigido por Bibi Ferreira, que afirmou: “Que prazer trabalhar com quem conhece o seu ofício, fala sério e entende sobre o que faz. Que prazer conhecer Joyce Cândido. É uma grande cantora, uma linda garota, e veio para ficar. E ser grande”.

Recentemente, a artista participou do DVD Sambabook de Jorge Aragão e tem representado o Brasil em diversos eventos europeus, como o Womex Espanha (2016) e Hungria (2015), Centenário do Samba (2016), em Portugal, e Midem (2014), em Cannes, na França. No início deste ano, participou do programa Domingão do Faustão, onde lançou a música “Vida que Vai”.


O PROJETO – Rodrigo Browne, coordenador e crítico do Samba de Bamba, comemora a segunda temporada do projeto. “No palco, durante o show, cada artista vai contar o porquê de suas escolhas e quais são suas influências. Acredito que, assim, o público vai conhecer um pouco mais do processo criativo de cada sambista e da própria história do samba”, argumenta.

SERVIÇO

Projeto “Samba de Bamba”, com Joyce Cândido

Dia 28 de março (terça-feira), às 20h

Teatro da Caixa Cultural: Av. Alfredo Lisboa, 505 – Praça do Marco Zero

Informações: (81) 3425-1915

Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia) – à venda a partir das 10h do dia do show na Caixa Cultural

Capacidade: 97 lugares

Duração: 90 minutos

Classificação: Livre

*via assessoria