Cervejaria Pernambucana conquista cinco medalhas no Australian Internacional Beer Awards

Cervejaria Pernambucana conquista cinco medalhas no Australian Internacional Beer Awards

25 de maio de 2017 0 Por Diego C. Melo

A Debron Bier, dos sócios Raimundo Dantas, Thomé Calmon e Eduardo Farias, arrematou cinco medalhas de bronze no renomado concurso cervejeiro, o Australian Internacional Beer Awards, na Austrália. A cervejaria ganhou o bronze com a Weizen, Imperial Stout (premiada com o ouro no Concurso Brasileiro de Cerveja, em Blumenau), Banguê Amburana Aged, Banguê Cachaça Oak Aged e Banguê Barrel Aged. Essas últimas edições limitadas envelhecidas em barris de Carvalho e Amburana. A Debron foi a cervejaria com mais medalhas do Brasil e a única representante do Nordeste.

O resultado foi recebido com festa pelos sócios. “Estamos muito felizes. Esse prêmio coloca Pernambuco no cenário internacional como um centro fornecedor de cerveja de excelência. Com essas medalhas, já conseguimos 8 prêmios (três no Concurso Brasileiro de Cerveja, em Blumenau, onde as premiadas foram a Golden Ale, Witibier e Imperial Stout), isso é muito gratificante”, O Australian International Beer Awards — Realizado pela Royal Agricultural Society of Victoria (RASV) em conjunto com a Federation University Australia, é a maior competição anual de cerveja do mundo.

 

Conheça as cervejas premiadas:

DeBron Bier Imperial Stout – Cerveja bem peculiar com um toque nordestino.  A Imperial Stout tem em sua composição rapadura e amêndoas de cacau. Chamada de Império Stout, a cerveja é de tonalidade escura e está disponível nas versões chopp e garrafas. 

DeBron Weizen – É uma cerveja de trigo de alta fermentação, inspirada nas típicas receitas da Baviera, região sul da Alemanha. De coloração amarelo claro, ligeiramente turva, com espuma abundante, possui aromas e sabores intensos, ressaltando esteres frutados que lembram banana, cravo e noz. A Weizen é a típíca cerveja do verão europeu, perfeita para nosso clima e para novos consumidores da cerveja artesanal. 

Bangue – Edições limitadas da cerveja envelhecida, por no mínimo seis meses,  em barris de Amburana e Carvalho encharcados na cachaça.

*via assessoria