Crítica: Detetive Pikachu

27 de maio de 2019 0 Por Diego C. Melo

O primeiro live action do universo dos Pokémons demorou para sair, mas fez valer cada ano de espera. Isso pode ser dito logo de cara. Detetive Pikachu encanta desde os primeiros minutos e transforma a aventura em algo deslumbrante.

Ao optar por apresentar uma história que mistura elementos já conhecidos com novidades, o público consegue sair do tradicional e é apresentado de maneira incrível a um reino lindo e surreal, o universo dos pokémons. Pikachu e sua turma não são jogados de qualquer maneira, não possuem histórias paralelas que poderiam confundir os espectadores, pelo contrário, a obra constrói um elo e consegue levar isso até o final de maneira primorosa.

É um filme que poderia fazer bem mais dinheiro se tivesse sido lançado em outro momento menos acirrado da indústria cinematográfica, contudo deve fazer o suficiente para que os produtores invistam em uma continuação. Mesmo com momentos óbvios, a história consegue surpreender e trazer reviravoltas que realmente agradam e não deixam aquele gostinho de: ah, eu já esperava isso.

Detetive Pikachu é uma grata surpresa, que vale a pena o seu dinheiro. Uma diversão fofa e sem igual para adultos e crianças que vão sair da sala de cinema com um único desejo: comprar um pikachu e querer dormir abraçado, mesmo que leve um choque.

Os defeitos visuais e alguns erros de continuidade não interferem tanto na qualidade, mas afetam a nota final, porém, não deixem de assistir.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=NrRUr3_kQDQ[/embedyt]
Nota 8,5

Por Dieguito C. Melo

Revisado por Thalles Amaro

Apoio UCI Cinemas