Rede de cinema Cinépolis inaugura salas vips em Olinda

Nesta quinta-feira (9), a cidade de Olinda foi agraciada com as novas salas vip da rede Cinépolis no Shopping Patteo. Um conceito jamais visto na cidade e também no estado de Pernambuco, pois para se ter uma noção, não se pode nem equiparar com outras concorrentes. É algo incrível e extraordinário.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O requinte e cuidado oferecidos vão além do esperado. E o que dizer do atendimento primoroso? Sabe aquele prazer de chegar num lugar e não querer sair mais? Bem-vindo a ele. E para conversar e explicar melhor o conceito implementado pela Cinépolis no Brasil, nada melhor do que entrevistar o presidente, Luiz Gonzaga de Luca, que concedeu gentilmente uma entrevista para o Sem Papas, que você confere a seguir.

Sem Papas A Cinépolis foi pioneira no mercado mundial com a criação do conceito de salas VIP ainda em 1998, permanecendo como a maior operadora desse gênero no país, e agora o complexo de Olinda terá 2 salas nesse modelo. O público brasileiro abraçou esse conceito de serviço diferenciado desde o primeiro momento?

Luiz Gonzaga de Luca O algo mais que nós realizamos aqui é um serviço diferenciado com muito mais conforto, clientes que não precisam sair do lugar para realizar um pedido na bomboniere.

Sem Papas Quando a Cinépolis criou o conceito de sala vip, revolucionou o mercado, e hoje Olinda recebe esse presente. Qual o diferencial que essas salas oferecem e o que o público pode esperar delas?

Luiz Gonzaga de Luca – O conforto, conceito inovador e a busca por novidades. É sempre um presente para qualquer pessoa vir às salas vips. Um momento único, onde o destaque não é apenas o filme em exibição, e sim tudo o que o cinema vip da Cinépolis proporciona.
Sem Papas Mesmo com a concorrência violenta dos serviços de streaming, o cinema segue sendo paixão mundial. Qual o motivo que o senhor acredita ser o motivador de tanta admiração?

Luiz Gonzaga de Luca Os dois são serviços que se completam e um auxilia o outro.
É um modelo diferente, e um público diferenciado. Acredito que não prejudica, tanto que uma obra que teve grande investimento no cinema, pode ser um
sucesso no serviço on demand. E o cinema está sempre inovando e quem sabe em um futuro próximo não tenhamos um 3D sem óculos? Quem sabe num prazo de 7 a 10 anos.

Sem Papas Se pudesse escolher um filme para assistir nessas salas vips, não importa qual o ano de lançamento, qual seria?

Luiz Gonzaga de LucaPergunta difícil, mas eu escolheria o filme 2001 do ano de 1968 do Stanley Kubrick. Mesmo passados todos esses anos, a obra segue sendo imbatível, basta estar numa sala de exibição primorosa. Finalizou o presidente da rede Cinépolis Brasil.


A equipe intitulada de Épicommm, formada por um grupo de influenciadores de Recife, foi prestigiar essa inauguração e foi unânime ao ressaltar a estrutura, atendimento e primor das salas. “Eu esperava algo grandioso, mas ultrapassou a barreira do que eu esperava, essas salas vips são um pedaço dos céus na terra”, indagou Larissa Nunes, dona do InstaCinemas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O grupo ainda é formado por Carol Cardoso, Qualquer Coisa LTDA, Viciados por Filmes e Site Sem Papas. Juntos alcançam mais de 500 mil seguidores orgânicos.

Nota 10

Por Dieguito C. Melo

Revisado por Thalles Amaro

Fotos: Dieguito C. Melo

Rafael Contente

Carol Cardoso

Related posts

Leave a Comment